Você está em:
Voltar

Ambulatório de Pesquisa Germano Gerhardt

Centro / Departamento:Centro de Referência Professor Hélio Fraga

Contato:Carlos Rubens Cardoso - Telefone: (21) 2448-6820

Criado em 1995, o Ambulatório de Pesquisa Germano Gerhardt (APGG) é uma unidade de referência terciária que presta assistência multidisciplinar aos pacientes portadores de tuberculose multirresistente e de outras micobacterioses. Atualmente, atua como referência terciária para algumas áreas do município do Rio de Janeiro e para os municípios das regiões da Baía da Ilha Grande, Centro-Sul, Médio Paraíba e Serrana do estado do Rio de Janeiro.

O ambulatório é referência técnica em âmbito nacional para tuberculose, tuberculose resistente e outras micobacterioses, parceiro do Programa Nacional de Controle da Tuberculose do Ministério da Saúde. Desenvolve e participa de pesquisas clínicas para novos esquemas terapêuticos para tuberculose multirresistente, métodos diagnósticos e pesquisas operacionais. Oferece oportunidade de estágio e treinamento para a rede assistencial do Sistema Único de Saúde, incluindo temas como cuidado ao paciente com tuberculose, vigilância, sistemas de informação (Sistema de Informação de Tratamentos Especiais da TB - SITETB) e gestão dos programas de controle da tuberculose, com o objetivo de fortalecer as ações de controle da tuberculose no território nacional.

Norteado pelos princípios e diretrizes do SUS e preocupado com a qualidade do cuidado prestado, o ambulatório segue a Política de Acesso ao Cuidado e Continuidade do Cuidado, tendo como premissa:

Garantir o acesso uniforme, integral e universal ao paciente referenciado ao APGG;

Desenvolver atividades de assistência e de referência em tuberculose droga-resistente, micobactéria não tuberculosa e tuberculose de difícil manejo na atenção primaria e secundaria, identificando as necessidades de saúde dos pacientes atendidos no APGG, desde o momento de sua admissão, durante seu tratamento e após a conclusão deste;

Garantir o planejamento do cuidado continuado ao paciente de maneira a satisfazer suas necessidades desde o diagnóstico e após a alta terapêutica;

Facilitar o acesso do paciente ao APGG e parceiros (Laboratório de Bacteriologia da Tuberculose Ângela Werneck e Hospital Raphael de Paula Souza), baseado na avaliação de suas necessidades de cuidado, de acordo com a missão institucional, dos recursos e o escopo de serviços oferecidos pelo APGG;

Seguir as Normas e diretrizes do Ministério da Saúde para a padronização das avaliações realizadas na investigação diagnostica e condutas terapêuticas para tuberculose droga-resistente, micobactéria não tuberculosa e tuberculose e manejo das reações adversas aos medicamentos.