Você está em:
Voltar

Parasitologia Ambiental Miguel Alves de Souza

Centro / Departamento:Departamento de Ciências Biológicas

Contato:RESPONSÁVEL : Raimundo Wilson de Carvalho - tel: (21) 2598-2582 / e-mail: rwcar@ensp.fiocruz.br

OBJETIVOS: Pesquisar o potencial de transmissão de patógenos a partir da presença de formas evolutivas destes em matrizes ambientais, fômites e/ou vetores passivos e ativos. Proporcionar o aperfeiçoamento dos métodos de controle e profilaxia de endemias e zoonoses que assolam o país, oferecendo assessoria e/ou consultorias para órgãos públicos e privados. Fomentar políticas de educação e saúde com a promoção de estudos taxonômicos e ecológicos dos artrópodes de importância em saúde pública, estimulando a formação de mão de obra especializada na área de saúde coletiva. Capacitar alunos do ensino fundamental normovidentes e com deficiências visuais a explorar o mundo dos insetos e a grande diversidade representada por esses artrópodes na biosfera.

 

ÁREA DE ATUAÇÃO: Pesquisas referentes à avaliação da transmissão de patógenos a partir da presença de formas evolutivas destes em matrizes ambientais e, eventualmente, em amostras fecais humanas e de animais, estabelecendo indicadores da qualidade sanitária de coleções hídricas destinadas ao consumo humano e de outros animais, de recreação e de alimentos de origem animal e ambiental. Investigação da presença de organismos infecciosos e infestantes presentes nos solos peridomiciliares, de praças, parques e praias. Diagnóstico e identificação desses organismos, garantindo o monitoramento de potenciais fontes de infecções e proporcionando condições para o aperfeiçoamento dos métodos de controle e profilaxia. Estudos taxonômicos, ecológicos e morfológicos de ectoparasitos vetores biológicos e mecânicos de uma série de agentes patogênicos causadores de importantes zoonoses, enfatizando o tombamento desses espécimes, principalmente dos representantes das Ordens Diptera (culicídeos e tabanídeos), Siphonaptera e Acari em coleção entomológica, ora em desenvolvimento. Apresentar aos alunos do ensino fundamental, sobretudo aos normovidentes e com deficiências visuais, a grande diversidade representada por esses artrópodes na biosfera, através de protótipos em “biscuit” dos ciclos evolutivos desses insetos e facilitar a inclusão de discentes de escolas regulares para o Ensino e Aprendizagem em Biociências e Saúde de alunos normovidentes e com deficiências visuais.

 

EQUIPE: Antonio Nascimento Duarte; Antonia Lucia dos Santos; Elizabeth Brito da Silva Alves; Nilton Francisco da Conceição; Marisa Alves de Almeida Carvalho; Paulo Sergio da Rocha Vargas; Ciro Villanova Benigno; Eduardo Dias Wermelinger; Jairo Merodio Caetano; Roberto Nei Martins Machado.